domingo, 22 de fevereiro de 2009

Da cor selvagem...

.
.
.
.
Como sei
sem a ver
essa cor selvagem!
Rosmaninhal
Rosmaninhar
Rosmaninho
.
.
Houve dias
tantas horas
de cor selvagem!
Agora, da brisa
tenho a memória
de como sei
sem a ver
essa cor selvagem...
.
.
[Rosmaninhar... sem saber a quem contar!... ]

.in olhares.com, rosmaninho de morgan de toi
.