quinta-feira, 12 de março de 2009

E desperto...

.
..
.
Hoje, no meu jardim, cantam os pássaros, pousam os melros
.
.Fecho os olhos. Podia ser campo, sopé de montanha, serra da Estrela, ou da Gardunha.
.
.Sonho. O meu jardim é um quadrado verde de memórias antigas.
E desperto.
.
.
[Jaz uma pena de gaivota, recortada, sobre este verde urbano, desmaiado...]
.
.Foto de Francisco Valério, in olhares.com