terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Mal-me-quer... bem-me-quer... mal ou bem querer...



.
.Não deixa de ser outra verosimilhança
.
Não é um malmequer, para responder a quem me perguntou se não os teria no meu jardim…
.Não tirei esta foto aqui, em casa.
.É uma margarida, novamente, branca e com olho vermelho, arroxeado, aveludado…
.
Está focado o empedrado desse outro jardim e manipulei a imagem desta margarida tão só!... [Já a pensar num malmequer?].Mas tem uma particularidade. [Há que ter em atenção, que duas pétalas estão quase sobrepostas…].Se começarmos a tirar, uma a uma, pétala a pétala, repetindo a lengalenga do mal-me-quer, bem-me-quer, podemos ter as duas respostas!
.Se começarmos por mal… em mal-me-quer acabaremos.
Se começarmos por bem… a bem-me-quer chegaremos.
.
Quase sempre, é a velha questão de mal querer, ou bem querer.
.Neste caso, quero.
Bem
.
.

Foto muito manipulada de uma margarida só